Resenha: O embaixador – Morris West

O EmbaixadorFicha técnica:

Título: O embaixador

Autor: Morris West

Ano: 1985

Número de páginas: 290

Editora: Abril Cultural

Sinopse: Aproveitando a realidade histórica – os horrores da maior tragédia das duas últimas décadas, a Guerra do Vietnam – Morris West criou um universo imaginário. Maxwell Gordon, embaixador em Saigon, abandona o serviço diplomático norte-americano em busca da paz interior. Ele sabe que serviu bem à sua pátria, mas não está em paz com sua consciência.

Classificação: 4/5

Primeiramente, essa resenha deveria ter saído na semana passada, mas por algum problema na plataforma, não saiu como deveria ter ficado e tive que excluir o post. Então, hora de repostar a resenha…

Sem conhecer a sinopse e sequer o autor, eu adquiri esse livro por estar sendo vendido em uma papelaria por apenas R$10,00. Na hora, escolhi pela capa (apesar de que sou ciente de “Quem vê capa, não vê conteúdo”). Saibam que não me arrependi…

Diferente das temáticas que costumo ler, a história mistura realidade com ficção, se passando durante a guerra do Vietnam, onde conhecemos o embaixador norte-americano Maxwell Gordon, suas escolhas e problemáticas.

Eu, particularmente, em meio a leitura, li a respeito do fato histórico o qual o autor coloca como cenário da trama e é possível identificar alguns aspectos bem reais, com diferenças, evidentemente, mas há um embase nos acontecimentos que chama a atenção.

Distante das tramas cheias de aventuras ou os romances apaixonantes os quais geralmente leio e prefiro, a trama consegue te prender pela concisão, excelência em descrição e narração e como o autor consegue transpassar e nos fazer imaginar todas as situações.

Falando especificamente sobre o protagonista, Maxwell Gordon, há um atrativo em ser posto de um modo “humano”. Vemos o embaixador, estrategista e cheio de cálculos em cada passo, mas vemos o homem cheio de sentimentos, medos e amores, que como todos, sente, sofre, ama e vive seus muitos dilemas, consigo, com a falta da esposa e com as dores das perdas que tem de aceitar em sua falta.

Uma ótima dica para quem tem um “apego” a livros que nos remetem fortemente à história, e para quem gosta de livros mais tranquilos e até com caracteres um tanto biográficos.

Beijos, Vanessa.

 

Anúncios
Resenha: O embaixador – Morris West

2 comentários sobre “Resenha: O embaixador – Morris West

  1. Você descreve a personagem como se fosse daquele tipo de pessoa Perfeita para a imagem social mas cheia de perturbações e contradições interiores.

    Você poderia incluir uma passagem ou algum acontecimento que tenha te tocado ou que faça relação diretamente a você.. Eu sou daquele tipo que adora frases de efeitos ou sacadas que filmes e livros deixam kkkk

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s