Lidos – Fevereiro (10/30)

Fala galera, tudo bem com vocês?

Mantendo a quantia de 5 livros, como no mês passado, já consegui ler 10 dos 30 livros os quais estabeleci ler esse ano!

O contrato social – Jean Jacques Rousseau

Este livro influenciou diretamente a Revolução Francesa e os rumos da história. Impactante ensaio, O contrato social ou Princípios de Direito político causou furor desde sua publicação, em 1762, e eternizou-se como um dos principais textos fundadores do Estado moderno. Nele, o filósofo iluminista, romancista, teórico e compositor suíço Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) – em meio a uma Europa majoritariamente monarquista, defensora da legitimação sobrenatural dos governantes – lança e defende a novidade de que o poder político de uma sociedade está no povo e só dele emana. Estavam plantados os conceitos do povo soberano e da igualdade de direitos entre os homens. Nesta que é a sua principal obra política, da qual virtualmente todas as sociedades modernas são de alguma forma tributárias, Rousseau não apenas dá ao povo o que lhe é de direito, mas chama-o à responsabilidade pelo seu destino. ‘Assim que alguém diz dos assuntos do Estado ‘que me importa?’, deve-se contar que o Estado está perdido.’ Para o autor, a soberania está no exercício incessante do poder decisório, que não pode ser alienado, dividido ou delegado. Hoje, dois séculos e meio após sua publicação, a obra de Rousseau – subversivo, polêmico, amado, odiado, reverenciado e seguido – permanece atual. E seus ensinamentos se fazem lições necessárias e urgentes em todo e qualquer lugar em que se fale de inépcia, injustiça, corrupção e incompetência política.

O Armamentista – Joe de Lima

A conspiração era só o começo. Com a sombra da guerra civil pairando sobre Vera Cruz, Arcanum, Guarda Nacional e Voz Verde mostram suas armas.

Meses após o Assalto ao Trem Regencial, Marcel se vê longe de Camilla enquanto busca compreender qual é seu papel no confronto que se aproxima. Ao perceber que já não pode confiar no diretor Cecil, ele decide voltar-se contra a Arcanum, mergulhando num cenário cheio de segredos, onde é difícil saber quem é amigo e quem é inimigo. Encurralado por todos os lados, Marcel irá se lançar numa corrida contra o tempo para proteger aqueles que ama.

Segundo Volume da Trilogia Vera Cruz, Armamentista traz de volta o mix de narrativa cinematográfica, aventura, conspiração e romance, numa trama que fala sobre família, confiança e amor.

Lágrimas de Outono – Amanda Bonatti

Isabel tinha uma infância feliz cercada pelo carinho da família, e era especialmente apegada à sua mãe, que a ensinou a amar as flores e a cultivar o mesmo apreço que tinha pelo belo jardim da casa onde ambas nasceram. O encanto presente naquele lugar era a representação do amor que unia mãe e filha.
No entanto, Bel precisou aprender a lidar com as primeiras perdas ainda muito nova, vivendo momentos difíceis. Depois de perder a mãe, ela passou a questionar e se revoltar contra Deus: por que Deus permitia que ela sofresse tanto? O tempo passou, a menina cresceu e se tornou mulher, mas, a dor e a saudade ainda a perturbavam e, em seu coração permaneceram os mesmos medos e dúvidas de quando era criança. Ela conhece Joaquim e juntos traçam uma história de amor e superação, com mais algumas perdas, dificuldades, lições e recomeços. O amor lhes mostrará que a vida é feita de etapas e devemos compreender e acreditar na única força que nos faz continuar. Assim, o sofrimento aos poucos se transforma em aceitação, e é quando ela receberá de presente aquilo que acreditava nunca mais possuir.
Bel precisará passar por um caminho de provações que a levará a aprender a confiar nos planos de Deus, trilhando um caminho de aprendizado, para assim, entender que os laços de amor são muito fortes e nos acompanham eternamente.

Vida e morte feminina – Senadora Simone Tebet

Há no Brasil uma guerra surda (e, muitas vezes, muda) contra as mulheres. Uma guerra que fere, que deixa marcas indeléveis, que mata. Uma guerra contra os mais profundos princípios da civilização. Uma guerra que põe em risco o futuro de todo o país.

Quem somos? Quantas somos? Quantas são as Marias, as Joanas, as Socorros, as Dolores, as Das Dores? Quantas são essas mulheres que se escondem sob o véu do silêncio por medo, por preconceito, por desdém daqueles que deveriam protegê-la?

A OMS nos colocou na posição de 5° país que mais mata mulheres no mundo, dentre 83 nações. Segundo omapa da violencia, divulgado em 2015, 13 mulheres brasileiras são assassinadas por dia. Mais da metade dos feminicídios são cometidos por familiares, e um terço deles, por parceiros ou ex parceiros.

Uma breve história do tempo – Stephen Hawking

Marco definitivo da literatura de divulgação científica, “Uma breve história do tempo” é relançado em edição revista e atualizada.

Uma das mentes mais geniais do mundo moderno, Stephen Hawking guia o leitor na busca por respostas a algumas das maiores dúvidas da humanidade: Qual a origem do universo? Ele é infinito? E o tempo? Sempre existiu, ou houve um começo e haverá um fim? Existem outras dimensões além das três espaciais? E o que vai acontecer quando tudo terminar?

Com ilustrações criativas e texto lúcido e bem-humorado, Hawking desvenda desde os mistérios da física de partículas até a dinâmica que movimenta centenas de milhões de galáxias por todo o universo. Para o iniciado, Uma breve história do tempo é uma bela representação de conceitos complexos; para o leigo, é um vislumbre dos segredos mais profundos da criação

Beijos, Vanessa.

Anúncios
Lidos – Fevereiro (10/30)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s