Transição capilar: A gente tem que priorizar o que nos deixar felizes!

Olá galera, tudo bem com vocês?

Àqueles que acompanham ao blog, a notícia é velha. Mas, aos seguidores novos, sintetizando a história toda, estou desde novembro de 2014, ou seja, há 1 ano e 2 meses em transição capilar. E não, não fiz o famoso bc (grande corte – big chop) como muitas fazes, e sou aquelas que vão texturizando e tirando partes do comprimento de acordo com o crescimento. Deve ter crescido, no momento, cerca de 50% a 60% do cabelo, considerando que a meta 100% seria atingir à altura dos ombros (um pouco acima)..

Bom, meus caros, é um momento difícil e de extrema aceitação. Não, não é fácil. Mas eu vejo como um grande fator para si, quanto se conhecer melhor, autoconfiança e autoestima aumentam sim e não é papo furado de muitas vlogueiras, que sempre comentam quanto a isso. Acredito que o “choque” na aparência faz bem, te faz sentir melhor e te leva a se conhecer mais, ao ponto de ir aprendendo a se cuidar e se gostar.

Mas, queria falar também um pouco quanto a isso. Quando se está imerso na transição capilar, os comentários negativos chovem, mas quando se chega a uma fase em que a diferença de textura já não é tanta, que se consegue disfarçar mais, e faltam-se meses para o tão esperado fim, os cachos já dão seu ar da graça e as pessoas parecem “amar” a nova pessoa ali. Pelo menos, é o momento que eu vivencio agora (tendo como problema maior, euzinha mesmo, que luto para acostumar com o volumão).

Sabe qual o problema? Os tais achismos. Por muita gente estar fazendo transição e voltando aos cachos, ouvi e li em muitos grupos, algumas meninas que amam ter os cabelos lisos ou que desejam alisar seus cachos, serem criticadas e expostas como “errado”.

Gente, é tão bom ser o que se quer. Atingir aquilo que deseja, lisa ou cacheada, ser o que bem entender. Eu, quase com os cachos de volta, tive também uma fase lisa. E gostava. Não achem que eu estar voltando ao meu cabelo natural que eu não gostava de como era antes. Eu simplesmente cansei e quis mudar, assim como mudarei mil vezes quanto achar necessário. Devemos ser aquilo que acharmos melhor! Sendo lisa ou cacheada, de cabelo natural ou com química, somos bonitas quando estamos nos sentindo assim!

Anúncios
Transição capilar: A gente tem que priorizar o que nos deixar felizes!

2 comentários sobre “Transição capilar: A gente tem que priorizar o que nos deixar felizes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s