Superando a auto estima baixa: você é tão bom quanto todo mundo. 

Fala Galera, tudo bem com vocês? 

Acho que por não ter muito falado sobre esse problema, recebi fazer bastante post sobre eles. Não sou especialista, não tenho conhecimento na área, mas falar sobre algo que vivenciei e de certa forma tentar ajudar quem passa por isso, é algo que me traz uma felicidade imensa.

Há momentos e momentos na nossa vida que nos mudam drasticamente. E eu tenho a minha transição capilar, que prometi em breve trazer um post completo sobre isso, que assim como que para muitas pessoas que passaram por isso, trouxe uma alteração imensa no meu ver sobre mim.

Meus caros, eu me sentia um lixo e não sabia bem o porquê até então. E a mudança foi e tem sido imensa, uma construção diária. Mas acredito que um dos grandes problemas é sempre achar que os outros são mais, são melhores e você é um zero a esquerda. 

Eu não me arrumava de jeito nenhum. Não me achava bonita o suficiente para me maquiar, o que me fazia achar que seria uma perda de tempo. Que seria ridicularizada por colocar alguma roupa, porque ficaria melhor em qualquer pessoa menos em mim e essas situações pessimistas. Quer coisa pior? Era tudo motivado pelo excesso de comparações que costumava fazer. Eu só me via sob a ótica de relação ao outro. E não é bem assim…

Verdade seja dita: somos únicos. E podemos ser e fazer o que acharmos que melhor irá ficar em nós. Para mim, desvincular-me dos desejos de todos para que eu não entrasse na transição e a imersão em uma nova realidade, no caso, a faculdade, foi um ponto de start em uma mudança violenta ao qual tenho vivido. 

Uma das coisas que mais parei de fazer foi querer me comparar a qualquer pessoa. E principalmente a me enxergar. A gente quer parecer X, Y, K. E na realidade, devemos buscar ser tão a gente ao ponto de que X, Y, K queiram ser como nós. A questão é focar em si, em se buscar, em tornar-se cada vez mais aquela pessoa que se quer ser, independente do que te digam.

ah! Uma ótima ressalva é que vão te dizer tanta coisa. Vão tentar te derrubar tantas vezes. E não estou dizendo que você não vai acabar sendo atingindo em alguns desses ataques alheios, ao contrário, se é atacado até por ataques próprios. Eu me auto boicoto o tempo todo. E me estapeio mentalmente em cada comparação. Mas, o engraçado, é que quando aos outros, aos comentários e comparações alheias, mantenho bem claro que os outros são só os outros. E alerto que a felicidade incomoda é muito as pessoas!

Vamos sempre nos amar.

Beijos, Vanessa!

Anúncios
Superando a auto estima baixa: você é tão bom quanto todo mundo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s