Resenha: Procura-se um marido – Carina Rissi.

Resultado de imagem para procura-se um marido

Ficha técnica:

Título: Procura-se um marido

Autora: Carina Rissi

ISBN:9788576861980

Ano: 2012

Idioma: Português

Número de páginas: 382

Editora: Verus

 

 

Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada.

Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel.
Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.

Classificação: 4/5

Um livro nacional! Aliás, mais um. Inicio a resenha dizendo que fico realmente feliz em ter tido por últimas leituras obras do nosso país, fugindo de grandes clássicos literários e ter me deparado com livros tão bem feitos. Costumo conhecer uma boa parcela de leitores que tem algum preconceito e até não leem livros brasileiros… Estão precisando procurar melhor, não?

Já tinha ouvido falar sobre a autora, Carina Rissi, e de seu talento inconfundível. Principalmente da comicidade presente em suas obras. O que, de fato, é um charme especial, que eu, após ler a obra, atribuiria acrescido de características como a leveza e as surpresas, em meio aos clichês, que deixam aquela nostalgia nos leitores.

A história gira em torno de uma protagonista tipicamente apaixonante. Órfã e por tal criada por seu avô, um empresário de fortuna incalculável, sabe e gosta de aproveitar bem a vida. Afinal, porque ela abriria mão de sua rotina confortável, suas viagens constantes, e suas festas recheadas de romances “desapegados” e muitos porres? Para ter uma vida certinha, trancada, cuidado dos negócios? Não, né?!

A relação com seu avô tipicamente familiar, é evidente. O amor entre os dois e o quão ela leva seu avô ao patamar de única pessoa exclusiva e detentora de seu mais puro amor, também é óbvio. E o choque vem, quando repentinamente ele morre. E claramente, tudo que é ruim, pode piorar. O problema vem com o testamento: uma cláusula decreta que ela só poderá usufruir de sua fortuna, quando estiver casada há mais de um ano. Durante esse prazo, ela terá como tutor/curador de seu patrimônio Clóvis, o advogado da família.

Fonte: http://www.maisfeminice.com.br

Pois é, meus caros, imagine só ter a vida perfeita e de repente, ver-se sem ninguém e com uma mudança drástica de condição financeira? É exatamente esse o problema X de toda história, onde nossa protagonista acostumada com uma vida “fácil”, acaba tendo que abandonar tudo e encarar uma vida mais simples (inclusive a trabalhar).

Em meio ao desespero, a loucura do momento e a vontade de retomar a sua antiga vida, eis que lhe surge uma maluca ideia: arrumar um marido de aluguel. Para isso, ela publica em um jornal um anuncio para encontrar um pretendente perfeito. Em meio a tantos e tantos candidatos, ela terá uma grande surpresa: Max, um funcionário da empresa e com quem ela não se dava nada bem desde o primeiro encontro. Já pegaram o restante da história, não? Claramente ele será o escolhido. E tanto, o amor certamente surgirá entre os dois.

Um romance clichê, em certa sequência de fatos, mas quem é que não gosta? Acredito mais que o diferencial da autora está nos pontos já citados, como a leveza e a comicidade. E, por mais clichê e óbvio que a história deixa, nós leitores ainda ficamos encantados e suspirantes, em meio aos risos e aflições que esse casal nos proporciona. Afinal, Alícia e Max, por mais que combinem muito, são dois personagens de gênios e personalidades muito fortes, o que causa grande problema entre eles ( sem contar que Max é certinho demais, o que acaba complicando esse romance de acontecer logo…)

 “Marido arrependido procura esposa para longa temporada. Procura-se mulher recém-divorciada, pequena na altura, mas com um coração gigante, dona de personalidade ímpar, temperamento tempestuoso e olhos azuis profundos, capazes de capturar a alma de um homem. Oferece-se um coração em ótimo estado de conservação e uma longa e prazerosa vida de servidão como pagamento.” (P.451)

É engraçado também o fato como, por mais que seja outro clichê de romances, os personagens são totalmente diferentes. Max é todo certinho, organizado, quem sempre foi a vida toda o melhor em tudo. O típico filho perfeito, o melhor aluno da classe e um funcionário exemplar. Já Alícia, o oposto que sempre vivera em festas, baladas e metida com grandes encrencas. Porém, em meio a tantas divergências, eles combinam em suas personalidades e jeitos, tendo uma química evidente entre o casal.

Aos futuros também leitores desta obra, prepare-se para se apaixonar perdidamente por esse casal (e suspirar muito pelo incrível Maximus) e principalmente, a rir e sofrer com as histórias e loucuras da Alícia!

 

Beijos, Vanessa!

 

 

 

 

Anúncios
Resenha: Procura-se um marido – Carina Rissi.

Um comentário sobre “Resenha: Procura-se um marido – Carina Rissi.

  1. Van li esse livro no ano passado e amei! ❤ Eu não esperava nada da Carina Rissi (tbm tinha preconceito com autores nacionais, rs), mas esse livro é muito bom e eu devorei. Já tenho "Mentira perfeita" um spin off de "Procura-se um marido". Bjos da Cah! ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s