Não é só ali.

E então deparo-me com a imagem do garotinho, ferido em um bombardeio aéreo na Síria, que deixou muita gente em choque e sensibilizada. Que me deixou em total estado de perplexidade. E me questionando o quão longe o ser humano pode ir…

Guerras, confrontos e disputas são marcas da história desde o princípio. O homem primitivo aderia a essas medidas. Aquele mesmo homem tão “rebaixado” intelectualmente, visto como “primitivo”, “selvagem”. Agora, homem do hoje, me diga a diferença daquele homem primitivo, sem inteligencia para os de hoje? Eu só tenho visto similaridades e nenhuma evolução quanto esse aspecto. Acredito que a maior verdade que ouvi foi quando um professor da faculdade disse que o homem não evolui, ele se transforma, de acordo com a realidade. Não há evolução. Mas a transformação, pois, deveria ser esperada.

Eu tento entender os motivos dessa cultura de ódio que se propaga pelo mundo. Essa violência desmedida que se tem usado. Eu estou falando das guerras e de grupos extremistas? Claro que estou. Mas eu também falo daquilo que está aqui, tão perto que me assombra. Porque por mais assustador que seja, muitos vivem naquele pensamento um tanto hipócrita de que “é lá que acontece, aqui não”.

E eu digo que é aqui sim. Porque é aqui que eu vejo mais e mais violências acontecendo. Vejo mulheres serem agredidas diariamente. Assaltos cada dia mais violentos. Espancamentos e homicídios por mínimos motivos, aliás, que motivo levariam a barbárie que vemos assistido enquanto vivemos sob a “segurança” de que é com o vizinho e não conosco?

Podia ser você ali. E ainda pode ser. E é difícil chegar de madrugada da faculdade, e ficar atenta ao mínimo ruído da rua, porque afinal, gente para fazer mal está o tempo todo. Sair sozinha se torna um martírio ao se pensar que momento ou outro, algo pode acontecer. Atrasos são assustadores. Ser seguida na rua já não é tão incomum. E eu pergunto, será que um dia teremos salvação? Será que poderemos andar sem ter medo de não mais voltar pra casa? Será mesmo que haverá um dia que poderemos não ter medo de nós mesmo?

Anúncios
Não é só ali.

3 comentários sobre “Não é só ali.

    1. Eu também carrego essa visão em muitos aspectos. Mas, muitas vezes, não consigo não questionar se houve mesmo “evolução” em alguns pontos. Principalmente quando vejo atitudes tão desumanas e brutais. A gente sempre tem um pé atrás nas certezas… rsrsrsrsrs

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s