O verde e amarelo que dá orgulho.

Eu acredito que as olimpíadas surgiu em um momento precioso. Comecem os gritos insistentes e vozes alteradas agora, tudo bem, eu libero. Uma grave crise abatendo o país. O cenário político e econômico devastado. O futebol masculino em decaída.  Sem pão e nem circo? Será mesmo?

Eu assisti às meninas do futebol arrebentarem, na melhor das colocações. E eu assisti, e além disso, emocionei-me ao ver a judoca Rafaela Silva ganhar um merecido ouro. Sabe, ao fim de tudo isso, me fez pensar o quão feliz eu fico em vestir a camisa brasileira. De entre tantos e tantos lugares, o meu ser aqui. Minha casa, meu lar, meu lugar.

Uma vez li um texto, que aliás ficou muito conhecido nas mídias, sobre o não patriotismo brasileiro. E sim, foi a maior verdade que li sobre o assunto. Tudo o que é de fora parece ser melhor. O sonho da vida é conhecer a Estátua da Liberdade, mesmo jamais tendo visto O Cristo Redentor. Andar pelas ruas Inglesas, mesmo não tendo conhecido um terço da Bahia. É encarar a neve, não tendo visto sequer as Cataratas do Iguaçu.

Não faço julgamentos aqui, exalto pois, já que eu estou na lista das que querem conhecer esse mundão aí. Mas, há uma linha desenhada entre querer conhecer o mundo por desejo íntimo quanto querer conhecer por ter desprezo ao que é seu. Porque muitos são assim quanto ao nosso país. Nada é bom, tudo ruim, nada para salvar. “Vamos devolver aos índios”. É tudo o que tenho ouvido nos últimos tempos. Mas, diga-me, com quais olhos você tem nos visto?

O quão apreciando as belezas daqui você tem? Olha esse povo.Não é mentira quando dizem sobre a alegria, irreverência e o diferencial brasileiro. Eu tenho orgulho do meu povo que luta todo dia contra a maré ruim e os péssimos salários. Que sofre sorrindo, brincando, alegre ao som do bom e velho MPB, ou quem sabe um pagodinho. Gente que é gente calorosa, cheia de sorrisos e simplicidade, que luta até o último segundo. Isso é orgulho.Não te alegra olhar as preciosidades desse país? Meu caro, você não acha que o “verde e amarelo” foi atoa, não é? Consagrado como um dos lugares mais lindos do mundo.

Então eu te pergunto, mais uma vez: Com quais olhos você tem nos visto?

 

Anúncios
O verde e amarelo que dá orgulho.

4 comentários sobre “O verde e amarelo que dá orgulho.

  1. Muito bom o post. Concordo com você, tem gente de outro país louco para vir conhecer a beleza do Brasil e as pessoas que aqui moram não valorizam o que tem. É a síndrome do vira-lata, como diria Nelson Rodrigues. Não vou mentir, tenho vontade de conhecer o mundo inteiro, porém incluo no meu roteiro o meu Brasil. ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Com certeza. Eu acho que a gente tem mais é que conhecer esse mundão, do início ao fim. Mas tenho a certeza que isso jamais deverá tirar de nosso coração a nossa terra, nos fazer desprezar esse país maravilhoso. Estou nesse grupo dos que pretendem, claro , conhecer vários lugares do mundo, principalmente o meu Brasil!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s