Diário de faculdade: estudar Inglês em casa?

Fala Galera, tudo bem com vocês?

Sabemos bem que o Inglês é considerado uma língua universal. E, chega a ser cansativo do tanto que ouvimos o quanto é necessário que se tenha o conhecimento sobre a língua, ou pelo menos, que consiga entender bem uma conversa, ler algum texto ou algo do gênero. Mas, chegar a esse conhecimento pode ser uma missão difícil, não?

Há uma série de cursos e escolas que ensinam Inglês pelo nosso país. Na minha cidade, inclusive, também tem. Lembro-me quando todas as minhas amigas começaram nesses cursos, e eu, que não gostava muito da língua, não frequentei (demorei um tanto para entender que não era questão de gostar ou não, e sim de obrigação e necessidade). Eu tenho um inglês bem mais ou menos, já que tive que estudar no ano passado por ter optado por Inglês no Enem. Mas, esse ano, resolvi pegar firme nos estudos da língua, porém, digam-me onde está o tempo de frequentar um cursinho? Pois é, não há, já que o único curso que tem por aqui é exatamente quando estou na faculdade.

É por isso que estou na luta desde Janeiro, estudando em casa e resolvi trazer algumas dicas para vocês que também querem aprender e não sabem por onde começar.

  • Séries/filmes 

Esse é o meio mais “batido” em se indicar para estudo, não? Quando disse que tenho um Inglês “meia boca”, não é graças ao verbo to be aprendido no colégio não. É graças ao meu lado que assiste muita série e filme, mas que acima de tudo: não gosta de ver dublado.

Eu, particularmente, assisto com o áudio original e legendado em português, o que é bom para a familiarização em ouvir a língua e até na forma de falar. Porém, recomenda-se assistir com a legenda em Inglês, que será um auxílio e tanto para aprender a compreender mais rápido.

  • Aplicativos

A nossa amada e querida internet é maravilhosa por isso, não? Há uma série de aplicativos disponíveis para quem quer estudar. Eu, por exemplo, já baixei e usei uma série deles. Porém, o que eu mais gostei foi o Duolingo. Principalmente para iniciantes, é uma ótima dica. O aplicativo é um joguinho, para ser mais específica, na qual te ensina algumas palavras através de frases simples, separados em tópicos. É rápido e fácil de se jogar, e o bom é que se treina um pouquinho cada dia, não é?

  • Tradução

Eu acredito que é o melhor meio para se aumentar o vocabulário e torná-lo mais complexo. A tradução dos textos levam a um conhecimento muito maior da língua e para mim tem sido um dos meios mais eficientes para aprender. Claro, é preciso ouvir e aprender a se comunicar, o que tenho sim trabalhado, mas como é que se aprende uma língua sem antes conhecer uma série de palavras e estruturas? Por isso que comecei a utilizar a técnica de tradução e de utilizar apostilas. Tento fugir o máximo de sentar e ficar estudando gramática, porque acho robótico demais. E por meio de traduções consigo aprender de uma forma mais prática. Por isso, o investimento maior que tenho feito é em apostilas. Tem bastante apostilas online, o que vale também a pena baixar. E uma observação é que evito usar ferramentas online para tradução (uso em dias que estou com muitas preguiça…haha).

Bom, essas foram algumas dicas de como tenho estudado. Por hora, é assim que tem funcionado comigo. Espero ter ajudado.

Beijos, Vanessa.

 

Anúncios
Diário de faculdade: estudar Inglês em casa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s