Diário de faculdade: Vídeo-aula

E a faculdade que está cada dia mais puxada? Como lidar?

Gente, que desespero. A maré começa a ficar ruim quando você começa a fazer as provas e percebe que está cada dia pior. E agora? O que fazer?

Eu penso nisso durante todo o tempo, afinal recentemente fiz algumas provas e o desempenho não foi tanto quanto eu esperava. Eu sempre espero mais. Apesar do baixa-astral, costumo reavaliar o que venho errando para não cometer os erros novamente. Acho melhor que ficar na “bad” para sempre porque fui mal. Penso, analiso e mudo. Afinal, já aconteceu, não é? Agora é preciso acertar nas próximas, que estão por vim.

Mas hoje, vim falar de um aliado que eu deveria ter usado antes. Mesmo! Eu sempre estudei muito por vídeo-aulas no Ensino médio, mas na faculdade dei uma desligada. Tremendo vacilo!

É o mesmo que ter um professor ali, reexplicando a matéria todinha para você. No meu caso, abandonei as vídeo-aulas porque coloquei na cabeça que iria ler os livros didáticos. Não gente, não li. Fui engolindo, engasgada algumas páginas aqui e ali, e acabei desistindo. Por isso digo e muito para vocês, meus caros e amados leitores, usem e abusem das vídeo-aulas. Não cansam e valem muito a pena. Você escuta novamente a explicação e algumas vezes os professores são até mais claros com seu entendimento.

Vamos abraçar as vídeo-aulas e só fazer as notas subirem? Haha

Beijos, Vanessa

 

Anúncios
Diário de faculdade: Vídeo-aula

2 comentários sobre “Diário de faculdade: Vídeo-aula

  1. viciolicito disse:

    Oi Vanessa, é importante que a gente entenda que cada pessoa tem uma forma de aprender, pelo visto para você as vídeo-aulas são a melhor opção, fico feliz que tenha se dado conta e voltado a usá-las para ajudar na construção do seu conhecimento, afinal como tudo na vida, estudar tbm é algo singular e talvez aquilo que funciona muito bem comigo pode não funcionar com vc, infelizmente o ensino no brasil não é estruturado dessa forma e muitas escolas e infelizmente professores tentam enquadrar o aluno a um método de ensino ao invés de perceber a singularidade de cada um, fico feliz que tenha feito essa “busca” em se auto conhecer e descoberto qual é o melhor método pra vc…ótimos estudos!!!
    Beijos e uma ótima semana!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, obrigada por oferecer um dos melhores comentários sobre o tema. Eu concordo totalmente com sua posição. Estudar é singular, e não há como enquadrar os alunos em métodos únicos. Atuei como professora de apoio e ainda atuo, e vejo que a maior dificuldade dos alunos que tive contato foi com esse fator: não lidarem bem com os métodos da escola. A questão ali é sentar, buscar um método e colocar em prática. Falando acaba parecendo fácil, mas se formos analisar, são uma série de alunos que carregam esse déficit ao longo de todos anos, tendo perdas significativas na aprendizagem , o que acaba prejudicando demais seus conhecimentos. Não digo que a culpa dos muitos alunos com problemas seja disso, aliás há vários fatores que atrapalham a educação e o desenvolvimento do aluno, mas eu diria que este tem alguma relevância. Mais uma vez: obrigada pelo comentário. Beijos e uma ótima semana!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s