Interior, Uai!

Qual a graça? Só tem mato! Aí pega Wifi? Vocês criam onça no fundo de casa? Jacaré é quebra mola por aí? Fala porta! Para de puxar esse R. Não é assim que pronúncia…

Morar no interior é o mesmo que ouvir uma série de preconceitos ao chegar nas cidades “grandes”. Mal sabem pois o fantástico mundo escondido por trás dessas mínimas cidades, que ficam escondidinhas mas que guardam preciosidades.

Sim, tem lá as desvantagens. E pega wifi sim, avisando aos não informados. Mas a falta de acesso há muita coisa é comum. Na minha cidade em questão, não tem cinema. Não tem shopping. Andar a pé é coisa natural e você realmente consegue andar de um extremo ao outro da cidade em poucos quilômetros. Aqui, por exemplo, não tem edifícios com mais de dois andares.

Porém tem lá suas vantagens. Não criamos onça e nem tem jacarés nos quebra-molas, mas nós conhecemos bixo por bixo, animal por animal. Galinha, meus caros, é animal que cisca pelos cantos, que se movimenta e não aquela mera carne que se compra empacotada nos mercados. Não sei se é por mera falta de informação, mas não acredito que esses desconhecimento seja geral de quem mora em cidades maiores. Mas quando ouvi que a pessoa nunca havia visto uma galinha na vida, fiquei espantada. Afinal não é preciso buscar muito por aqui para saber onde tem.

Sabe o maior “barato”? Sentar em rodinhas de tereré nos fins de semana, para curtir o calor. Sul matogrossense, meus caros, por aqui o tereré é ícone estatal. Saber quem é o vizinho dos lados, da frente, das quadras de cima. Conhecer a cidade toda.

E sabe o que mais tem em cidade pequena? Fofoca. E sabem do que você fez, do que não fez, do que pretende fazer, e do que nem pretendia, mas vão dizer que quer fazer. Sempre terá as “tias” fofoqueiras que sentam em frente as suas casas para falar mal de um e de outro, sem medo. Aliás, sentar em frente as casas é seguro, andar nas ruas não causa tanto medo. Tem violência? Tem. Há perigos? Há. Todo lugar tem afinal.

Mas não há como dizer que não gosto desse sossego, dessa calmaria, desse “nada” que muitos dizem ser. Não vejo um lugar na qual me encaixaria melhor que nesse mínimo de lugar. Onde quer que eu vá, por onde quer que eu ande, ou passe a morar, aqui continua sempre sendo o meu lar.

 

Anúncios
Interior, Uai!

4 comentários sobre “Interior, Uai!

  1. Que amor esse post! Fui lendo achando uma fofura até parar no sul mato-grossense… Onde vc mora? Gente, sou apaixonada nessa terrinha, com energia boa e achei o povo aí de uma educação de causar inveja! Tb moro no interior e tenho a vantagem de estar duas horas da capital, só pegar o carro e ir se precisar.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Moro em uma cidade bem pequena no sul de Ms. Há cerca de uma hora e meia da fronteira com o Py. Ai que linda ❤ Já veio aqui para o estado? Ficamos lisonjeados com o carinho. E até concordo, porque uma das coisas que mais gosto daqui são o jeitinho das pessoas! haha

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s