A culpa da felicidade

Por favor, se houver algum problema psicológico, ou comprovação cientifica, os comentários abertos estão para os links. Mas tem uma única e exclusiva meta que estabeleci para 2016: ser feliz. E eu jamais imaginaria que isso pesava tanto…

A felicidade é complexa demais. É algo como uma teoria qualquer que você vê do jeito que você vê. Simples e complexo, tudo em um conjunto. Mas uma lei geral nisso tudo é a necessidade de abrir mão de muita coisa. Certa vez ouvi que tudo que é mal, muitas vezes, nós não vemos assim. E é difícil, na maior parte se desprender do que tem nos atrasado no trajeto da felicidade.

Eu abri mão. É como se uma luz adentrasse minha mente alertando que era a hora de se valorizar, estabelecer bastas e aprender que a felicidade é conquistada. Saí do emprego insatisfatório, corri atrás da faculdade desejada, parei de me importar com quem sequer desperdiça um milésimo de segundo comigo e mandei embora quem apenas estava na minha vida diminuindo. Teoricamente o clichê perfeito para a felicidade, mas teorias nem sempre são certeiras…

E o quanto eu sei que doeu e ainda dói. Porque a gente costuma se culpar demais por apenas estar tentando ser feliz. Estar bem, poder sorrir, se libertar de amarras infelizes nos faz sentir um peso desnecessário. Porque a gente vê o mundo repleto de gente sem luz, ofuscantes e pessimistas, e quando se tenta deixar a luz própria florescer, parece que pesa.

Mas, serei sincera: nada mais precioso que ser livre. Ou, tecnicamente, se desprender de boa parte daquilo que te acorrenta,

Beijos, Vanessa.

Anúncios
A culpa da felicidade

5 comentários sobre “A culpa da felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s