Feliz ano velho!

Descrição do livro:

“Feliz ano velho é o primeiro livro de Marcelo Rubens Paiva. Aos vinte anos, ele sobe em uma pedra e mergulha numa lagoa imitando o Tio Patinhas. A lagoa é rasa, ele esmigalha uma vértebra e perde os movimentos do corpo. Escrito com sentido de urgência, o livro relata as mudanças irreversíveis na vida do garoto a partir do acidente. Ele é transferido de um hospital a outro, enfrenta médicos reticentes, luta para conquistar pequenas reações do corpo. Aos poucos, se dá conta de sua nova realidade, irreversível. E entende que é preciso lutar. O texto expressa a irreverência e a determinação da juventude, mesmo na adversidade, e a compreensão precoce “de que o futuro é uma quantidade infinita de incertezas”.

Opinião Pessoal:

 

Sendo eu amante apaixonadíssima de O diário de Anne Frank, em um dia qualquer de aula de história (minha professora, em particular, é um exemplo intelectual a ser seguido) constatou que, ao lado de minha obra predileta, este era um dos grandes livros que ela havia lido em sua adolescência. E cá lancei-me a leitura, tornando-me grata por apresentar esta obra tão original e encantadora.

A história, baseada na vida do autor, gira acerca do jovem Marcelo Rubens Paiva, estudante de engenharia agrícola na Unicamp, onde tendo sua vida em seu mais alto auge adolescente, acaba fraturando a 5° vértebra cervical e perdendo parte dos seus movimentos (tornando-se então tetraplégico). Ao longo da narrativa, somos colocados em meio a todo o seu processo para recuperação e principalmente adaptação a nova vida que precisa encarar.

O livro tem uma narrativa com um jeitinho jovial impecável. Eu, particularmente como leitora, realmente pude sentir a incredulidade e o desânimo enfrentado por ter vivido tal circunstância por parte do personagem central. É acompanhado todo o processo de recuperação, como dito, mas principalmente as recordações dele antes do ocorrido. Conhecemos pois seus amigos, sua antiga realidade, sua família e suas histórias anteriores, ao mesmo tempo que aprendemos, lado a lado com ele, sobre sua atual situação. Eu vejo o começo do lado, assim como se passava na mente do protagonistas, ainda presa ao passado e repleta do desejo de voltar a viver aquilo novamente, de ter aquela realidade agora passada. Apenas percebi uma certa “adaptação” nas ultimas páginas do livro, onde ele aparenta realmente ter uma maior visão sobre sua atual situação e sobre a mudança de realidade que teria.

Vejo positivamente a questão de sinceridade que o autor tem com o leitor, colocando suas ideologias e principalmente abordando sobre política, o que geralmente é mais complicado de se ver em livros. O posicionamento é bem declarado e ainda tem o acréscimo de toda a situação na qual o pai dele desaparece, por questões políticas e durante a ditadura, o que acrescenta ainda mais a narrativa, quando ele relata os fatos sem deixar sua posição ser oprimida.

Aliás, colocando em pauta essa questão de posições do autor, há um certo choque nas páginas iniciais, já que por ser uma história real, escrita pelo próprio protagonistas, suas opiniões são sempre colocadas sem moderação. O autor tem uma visão e forma de escrever própria que transparece sua personalidade forte e suas opiniões, o que, em algumas críticas, tiveram algumas visões não tão positivas assim.

Por fim, eu recomendo a obra, sem menor dúvidas. Eu tenho um gosto por histórias reais e livros com características similares. Mas o livro é interessante por podermos acompanhar esse momento vivido pelo personagem, conhecer sua história e ser colocado em um cenário que para muitos é a realidade. É um tipo de acidente na qual pode acometer quaisquer pessoas, e pode ser a situação atual de muitos, já que é longe de ser meras exceções. Quem costuma gostar de obras desse gênero, vale a pena conferir.

Beijos, Vanessa!

 

 

Anúncios
Feliz ano velho!

10 comentários sobre “Feliz ano velho!

    1. Adicione sim Raquel. O livro é sensacional e a escrita do Marcelo Rubens Paiva é bem sincera. É o tipo de autor auto biográfico que não esconde verdades ou tenta passar uma imagem diferente da real, com excessos de simpatia. Além da irreverência, claro! rsrs

      Curtido por 1 pessoa

  1. Van! Eu li esse livro no ano passado e você descreveu muito bem toda a minha experiência com o livro, não sou muito fã de biografias, mas esse livro tem toda uma “vertente” diferenciada por relatar a época da ditadura no Brasil e fato real que aconteceu, então a parte política do livro realmente fez sentindo dentro do contexto, não que eu me familiarize, mas é um livro muito bom, super recomendo também. Bjos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu costumo gostar demais de biografias, mas essa em particular ganhou um ponto favorável pela sinceridade com que ele relata…
      Sem contar a menor inibição em constatar suas posições, principalmente políticas! rsrsrs
      Beijos! ❤

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu já conhecia bastante coisa sobre ditadura (principalmente por ter estudado ano passado), então acabei procurando mais sobre o autor. E assistindo a entrevistas dele, é incrível como a irreverência permanece, os trejeitos e tudo mais… rsrsrs

        Curtido por 1 pessoa

      2. Vou procurar e assistir tbm, muito obrigada pela dica! 😉 A qualidade na minha escola nunca foi muito boa e nem sequer chegamos a falar sobre a ditadura, muitas coisas que me lembro era sobre a Revolução Industrial e I E II Guerra Mundial, infelizmente 😦

        Curtido por 1 pessoa

  2. disse:

    Nossa! Vendo esse livro eu lembro da capa e de que tínhamos um na minha casa quando eu era pequena, a capa é bem marcante e eu ficava impressionada imaginando do que se tratava. Mas quando procurei pra ler, o livro já não existia mais em minha casa, mas lembro que minha mãe havia me contado a história bem como você descreveu e explicando o porquê do feliz ANO VELHO.
    Muito interessante Vanessa, boa reflexão pessoal também, é bom recordar, quem sabe agora eu leio. 😉
    Um abraço apertado!

    Curtido por 1 pessoa

    1. A capa e o livro são marcantes. Acredito que se você ler (descobrir o que há por trás da capa… rsrsrs) você irá amar! Agradeço grandemente a minha professora por tê-lo indicado. É muito bom e quase inexplicável. Espero que quando ler, você goste. Beijos! ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s