Textos autorais.

Quer ir? Ora, que vá. Não mais segurarei, nem derramarei lágrimas ou pedintes declarações para que fique. Um dia quis que não só a sua, mas quaisquer partida fosse evitável. Mas, quem sou afinal para decidir isso? Qual poder eu tenho, se não dar todo meu eu e todos os motivos que posso para que fique? Se não quis, deixo que vá. Se doando meu tudo, não lhe foi o suficiente, talvez a realidade seja aos modos controversos. Se não lhe foi suficiente um amor para que fique, eu por fato, então, não o quero aqui!

Vanessa Ribeiro!

Anúncios
Textos autorais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s