O que eu quero ser quando crescer?

Fala Galera, tudo bem com vocês?

Hoje vim falar sobre um momento complicado na vida de muita gente. Quem já passou, sabe exatamente como é difícil, e quem vai passar, já antecipo para preparar o coração: decisão de qual faculdade fazer.

Resolvi falar sobre esse tema, porque esse é meu último ano de Ensino Médio, ano que vem (se Deus quiser e tudo der certo) ingressarei na faculdade e principalmente porque muitos amigos vieram conversar comigo sobre esse assunto. Não sou nenhuma super psicóloga ou vou indicar passo a passo o que fazer, mas vou escrever exatamente os conselhos que dei para alguns amigos, assim como utilizei para mim.

Realmente eu não sabia o que queria até o começo do ano. Tinha uma lista de cursos, mas nada em especial. Sabe quando se sente totalmente perdido? É assim que me via. E acho que esse é o primeiro quesito: não ter pressa e não se pressionar. Particularmente acho que é muito bom chegar no último ano do Ensino Médio sabendo o que quer. Mas se não souber, não adianta se pressionar. Estamos próximos ao Enem e tenho amigos que decidiram só agora. Acho que o prazo máximo deve ser, pelo menos, um ano de antecedência, para não ficar corrido e tudo mais. Mas isso vai de cada um também.

Eu decidi o que queria em Janeiro, logo nos primeiros dias do ano. Porém, eu já até havia iniciado os estudos, mas ainda não havia decidido. O que eu fiz e aconselhei meus amigos para a tal decisão foi: faça uma balança e veja qual vale mais a pena para você. O que mais vai te satisfazer.

No meu caso, por exemplo, eu tinha uma lista de cursos com mais ou menos 5. Então me questionei: O curso que quero precisa ser como? Quais áreas eu sou melhor? O que eu gosto de fazer? Como quero meu futuro? E todas as indagações como essas. No final, optei por Direito, que comicamente, foi a primeira coisa que disse querer fazer (no caso, ser juíza) quando pequena (e pensa em alguém que brincava de advogada? Pois é, era o destino conspirando).

Eu acredito muito que esse é um momento que você precisa enxergar as possibilidades reais (não adianta querer algo da qual você sabe que não será capaz), e principalmente: deixar de lado as opiniões alheias. É sua escolha, e deve vir apenas de você. Muitos amigos, tive a percepção, de estarem sendo obrigados a fazer o curso que escolheram. E é visível sem nem menos termos ido para a faculdade ainda, a insatisfação deles. Não funciona assim, tem que ser algo que gostamos e queremos, independente das opiniões alheias.

E por último: ESTUDAR. Não adianta querer alguma coisa e não correr atrás. Vi muitos colegas que simplesmente sonhavam com um curso mas não pegaram sequer em um caderno para estudar.

Quem aí está nessa fase também?

Beijos, Vanessa!

Anúncios
O que eu quero ser quando crescer?

11 comentários sobre “O que eu quero ser quando crescer?

  1. Van é bem verdade mesmo o que você disse, e aconteceu o mesmo comigo, quando criança queria ser professora e sempre gostei muito de ler. Hoje faço Letras e a cada dia vejo que é exatamente com isso que quero trabalhar. Porém, já teve momentos em que não tive tanta certeza e deixei de lado, fazendo outro curso de nível superior (Processos Gerenciais) e amei tbm, acho importante a pessoa pelo tentar, independente se ela está com dúvidas, porque ela só vai saber se gosta ou não quando tenta. Não adianta correr se preocupando em se formar logo e não gostar da profissão e das funções que poderá desempenhar. E tudo tbm depende de vários fatores internos e externos para essa escolha, sei muito bem como foi difícil, mas é fase que todos aqueles que almejam um futuro de êxito são obrigados a passar. 😉 Bjos

    PS. Estou torcendo por você no vestibular, VAI COM TUDO!

    Curtido por 1 pessoa

    1. É difícil pensar que é “apenas” seu futuro em jogo. Sua cabeça vira uma cambalhota e meia com tudo isso. Quando se chega no último ano, bate uma vontade desesperada de voltar no tempo, por medo de crescer e de ter que abandonar pessoas que estiveram contigo em toda a sua vida. E estes fatores pioram ainda mais toda a situação. Obrigada pelo carinho, espero que dê certo e eu consiga passar. rs
      Sucesso em sua carreira!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Amei o post Van! Eu to no segundo ano do EM e ainda estou naquela indecisão, que tem hora que até entro em desespero porque não sei muito bem o que eu quero ainda… Mas como você disse, tem gente que decide de última hora mesmo, mas não quero isso não. Estudar eu estudo, mas ano que vem vou pegar mais pesado, porque quero passar direto né, quem não? Hahah. To em dúvida entre várias, assim como você estava e espero que eu decida logo. Boa sorte para você nessa nova etapa da sua vida e que você faça uma ótima prova (porque enem logo tá aí também) e que você se realize profissionalmente e que acima de tudo goste do que faça e tenha muito sucesso nisso :))
    Beijoos 😘

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá Vanessa! Vou compartilhar minha experiência com vocês, e quem sabe eu ajudo. Desde que eu era pequenina, sonhava em ser médica ou professora, quem sabe os dois. Então eu cresci, e olhar para o sangue me dá desespero, então sem chances d’eu cursar medicina, e simplesmente me desiludi com o ensino no Brasil. Cheguei no último ano do ensino médio aos 16 e ainda não sabia o que fazer, e aí veio a pressão da minha família ( sempre fui muito pressionada) e então, aos 17 estava cursando o meu primeiro semestre de Administração de Empresas para agradar a minha família e ajudar na administração do pequeno negócio que temos, e no penúltimo ano de curso, só reafirmei que não era aquilo que eu queria. Formei em uma profissão que não me deixa feliz, porém estou compensando com uma pós graduação voltada para o que eu gosto, que é Psicologia. Agora, aos 23 estou me preparando para recomeçar do zero e cursar o que eu gosto, sem pressão. Escolher o curso com o qual você se identifica, não é frescura ou birra de adolescente rebelde, é garantia de sucesso naquilo que você escolheu. Boa sorte e sucesso na sua nova jornada.
    Beeeijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada por compartilhar sua história. É sempre complexo quando não fazemos o que queremos. E acredito que esse é o meu maior medo: após 5 anos de faculdade descobrir que não era o que eu queria. Bate uma insegurança, não é? Espero que você tenha muito sucesso e seja muito feliz na carreira escolhida.
      Beijos e Obrigada!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s