Cidade das Cinzas

É o segundo livro da série Instrumentos Mortais, de Cassandra Clare. Voltar a ter uma vida normal era tudo o que Clary queria ter novamente. Mas quando é que tudo realmente foi normal para ela? Tudo lhe era apenas desconhecido. Porém, a venda lhe foi tirada e ela precisa encarar sua vida e os problemas que lhe acarretaram. E o que fazer quando se descobre ser uma caçadora de sombras, sua mãe está em um coma induzido e seu pai não está na lista dos melhores pais do ano? E para piorar, ela ainda tem de lidar com os sentimentos impossíveis por alguém que ela, infelizmente, tem de aceitar ser seu irmão, além de um alguém resolver começar a assassinar algumas “crianças” sobrenaturais. Será o Valentim ou um novo vilão?

Opinião Pessoal.

Tem spoiler, já está avisado!

E o livro começa com um prólogo muito bom. Já começa com uma invocação de demônio e a morte de um bruxo, que claro, entende-se no desenvolver da história.

É perceptível como a escrita muda. O primeiro livro eu recebi mais como uma introdução ao mundo sobrenatural da história. Assim como Clary, nós ainda estávamos apenas nos ambientalizando e conhecendo um pouco mais. Porém, neste segundo, já conhecemos um pouco, e até conhecemos o inimigo. Então é aquilo: tudo acontece sem muitas delongas e todo mundo fica boquiaberto e tem que dar uma paradinha para entender e refletir um pouco sobre os pequenos dados deixados entrelinhas. E tem informação ein? Já estou maluquinha para os próximos para desvendar isso tudo.

Cassandra Clare merece o prêmio de me fazer dormir de madrugada, em dia de semana, por motivos de não conseguir parar de ler. Mesmo! Quando estava chegando nas últimas páginas, e já era bem tarde da noite, fui dormir lamentando e sofrendo.

Team Simon Ever! O menino vem causar nesse livro, e haja coração para mim, que amo o personagem. Nada contra o Jace, aliás, ele é sensacional. Mas o Simon… E, pelo acaso de alguns não terem ainda lido, por motivos específicos que lhe acontece (para bons entendedores, meia palavra basta), esse meu Simon (possessiva? Quase nada!) cresceu muito. E acredito que o livro ganhou um destaque positivo a mais por não estar mais tão focado na Clary. Os leitores agora conseguem saber o que está acontecendo com os outros personagens. O que me deixou mais aflita porque pulava de personagem bem nas partes que eu queria saber, e aí vinha outro e ficava naquele dilema de cortar na parte que eu queria saber. Ufa! Cassandra Clare, como você pôde fazer isso comigo?

Enfim, vocês já estão percebendo que a pessoa aqui está gostando, não é?

Beijos, Vanessa!

Anúncios
Cidade das Cinzas

4 comentários sobre “Cidade das Cinzas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s